Netbooks e Micros Antigos são muito lentos? Isso não é um problema!

icon

Antes de começar gostaria de dar os créditos do artigo à Lex Aleksandre do blog Debian Maníaco.

Atenção, nós não nos responsabilizamos por eventuais problemas  com o seu computador, se você não é um usuário avançado não tente este procedimento, pague-me para fazer isso por você. 

Este procedimento consiste em instalar o Sistema Operacional  Debian Squeeze (ou simplesmente Debian 6.0) em máquinas com hardware limitado, como pcs antigos, netbooks ou alguns laptops. O Debian vem com o GNOME como ambiente de trabalho padrão, mas apesar de ser um ótimo ambiente, ele consome muita memória, para executar este procedimento foi usado o Ambiente XFCE, por ele ser leve, prático e muito fácil de ser dominado. Além o XFCE existem outras opções de ambiente de trabalho como o FLUXBOX, ENLIGHTENMENT e LXDE, mas o mais prático e  completo é o XFCE.

1° PASSO
Instalaremos o Debian do zero, ou seja, faremos o download da iso netinstall (188MB) ou business card (44MB) (provavelmente o seu link será o i386) – no site oficial do Debian -, que permitem obtermos um sistema Debian básico (sem servidor gráfico e sem gerenciador de janelas – apenas linha de comando). A partir daí instalaremos cada pacote necessário para um ambiente enxuto e leve. Após o Download grave a ISO em um CD.
NOTA: antes da instalação verifique se o computador está conectado á internet com fio, pois sem uma conexão não será possível baixar os pacotes necessários e você verá somente a linha de comando do Debian. 
2° PASSO
Usando a mídia já com a ISO gravada, inicialize seu computador, configure idioma, teclado, nomes de host e usuário e senhas, Não falei que era difícil se eu fosse você eu preencheria o formulário de pedido agora ao invés de fazer uma estupidez com o seu PC.  Quando chegar na tela de Seleção de Software, desmarque a opção de instalar o Ambiente Desktop (mantenha marcada a opção laptop se você estiver instalando o Debian em um).
Prossiga com a instalação, no final você verá esta imagem em sua tela:
Após isso remova o CD e reinicie.
3°PASSO
Os procedimentos descritos abaixo podem ser substituídos simplesmente não colocando a senha do usuário root ainda durante a instalação (deixando-a em branco).Isso automaticamente determinará que o seu usuário seja inserido no grupo sudo, passando a ter o status de administrador do sistema. Veja a figura abaixo!  
Se você não sabe  que bagulho é esse de ROOT, SUDO,  volte para o windows, linux é para usuários avançados, portanto suma daqui!, pesquise, o Google é seu amigo, existem vários fóruns de usuários de Linux como o viva o linux, onde existem milhares de usuários dispostos a ajudar.
Bem, se você já se tornou super-usuário (isso mesmo super-usuário, existe um mundo muito mais extenso por trás do linux) entre como root, digitando su, aí vem a parte chata do Linux (e a causa de muitas pessoas não gostarem do linux, não é fácil ficar digitando todos esses comandos).
digite o comando:

aptitude install sudo . este comando serve para que o usuário tenha a possibilidade de executar ações com privilégios de super-usuário através do sudo.

agora digite o comando:  visudo  -Este comando serve para incluir o seu usuário no grupo sudo. O arquivo /etc/sudoers será aberto para edição. Procure pelas seguintes linhas:

# User privilege specification
root ALL=(ALL) ALL

Abaixo delas acrescente seu usuário, ficando assim:

# User privilege specification
root ALL=(ALL) ALL
nome_do_usuário ALL=(ALL) ALL
Salve o arquivo com CTRL+O e feche-o com CTRL+X.

Agora faça logout da conta root com CTRL+D para retornar ao seu usuário normal.

Agora vamos definir o sudo como principal modo de usuário para que, ao lançarmos aplicativos que antes necessitavam da senha do root para serem usados, passem a pedir a sua senha de usuário. Digite no terminal:

gconftool -s –type bool /apps/gksu/sudo-mode true

4° PASSO

Intalaremos o servidor gráfico xorg.org:

sudo aptitude install xserver-xorg xorg xfonts-base xfonts-100dpi xfonts-75dpi xfonts-scalable

e o audio:

             sudo aptitude install alsa-base alsa-utils linux-sound-base alsa-oss oss-compat
5° PASSO 

Procedemos com a instalação do ambiente de trabalho básico (Xfce), gerenciador de login (gdm), um aplicativo gerenciador de rede (cabeada e wifi) e o emulador de terminal do xfce.

sudo aptitude install xfce4 gdm wicd xfce4-terminal

Para que o Xfce ficasse bem completo poderíamos ter acrescentado o pacote xfce4-goodies (eu fiz isso e não ficou legal), mas ele instala alguns aplicativos não tão bons e realiza algumas configurações indesejadas. Por isso escolheremos os pacotes desejados com:

sudo aptitude install iceweasel gpicview mousepad evince xfce4-genmon-plugin xfce4-xkb-plugin xarchiver libburn4 xfce4-verve-plugin libtagc0 xfce4-cpufreq-plugin libxmlrpc-c3 xfce4-taskmanager xfce4-mailwatch-plugin xfce4-notes-plugin xfce4-battery-plugin xfce4-netload-plugin thunar-archive-plugin xfce4-wavelan-plugin lm-sensors xfce4-systemload-plugin thunar-media-tags-plugin xfce4-diskperf-plugin xfce4-fsguard-plugin xfce4-cpugraph-plugin xfce4-datetime-plugin xfce4-artwork xfce4-smartbookmark-plugin xfce4-power-manager xfce4-power-manager-data xfce4-power-manager-plugins xfce4-quicklauncher-plugin libisofs6 xfce4-mount-plugin xfburn xfce4-sensors-plugin xfce4-screenshooter xfce4-clipman xfce4-places-plugin xfce4-clipman-plugin xfce4-dict libsensors4 xfce4-notifyd galculator

eu não gosto do iceweasel, então eu substitui pelo chromium.

Mudando os Repositórios DebianPara seguirmos instalando mais aplicativos ao nosso sistema, teremos que transformar nossa source.list, adicionando o contrib non-free em cada uma de suas linhas. Então, digite no terminal:

sudo nano /etc/apt/sources.list

Voce pode apagar todas as linhas relacionadas aos repositórios e trocá-las por essas:

#mirros oficiais
deb ftp://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze main contrib non-free
deb-src ftp://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze main contrib non-free

#mirros de segurança
deb http://ftp.br.debian.org/debian-security/ squeeze/updates main contrib non-free
deb-src http://ftp.br.debian.org/debian-security/ squeeze/updates main contrib non-free

Agora vamos atualizar os repositórios com:

sudo aptitude update

E prossigamos com o restante da instalação:

Utilitários:

Para sermos capaz de ler e escrever em sistemas FAT, particionarmos e formatarmos discos e pendrivers, compactarmos e descompactarmos arquivos nas mais diversas versões, monitorarmos os discos, o status da bateria e rede elétrica, instalaremos:

sudo aptitude install dosfstools gparted rar unrar zip unzip smartmontools laptop-mode-tools

Bluetooth: Você precisa utilizar o bluetooth? então instale o blueman, que gerencia os dispositivos dessa tecnologia:

sudo aptitude install blueman

Complementando o Sistema

Nosso sistema não seria completo se não pudéssmos ver vídeos, ouvir música, conversar com os amigos. Então instalaremos um programa de mensagens instantânea (Pidgin), um processador de textos (Abiword), um player de vídeo e outro de música, um programa de manipulação de imagens (gimp), um utilitário de pesquisa no desktop (catfish), um cliente de torrent e outro de IRC.

sudo aptitude install pidgin pidgin-libnotify pidgin-otr parole gmusicbrowser cheese gimp abiword catfish transmission xchat

se você leu e entendeu o tutorial, boa sorte.

se você nem leu isso ou não entendeu nem uma letra, contate-me posso fazer isso por dinheiro.

em alguns dias farei um POST sobre HACKINTOSH, por enquanto eu ainda estou tentando fazer um, até Breve!

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s